Marcos do Desenvolvimento e Sinais de Alerta na Infância

Identificando Sinais de Alerta Sensoriais em Crianças Pequenas
 
Pais de crianças pequenas podem notar sinais de alerta sensoriais ou preferências sensoriais em seus filhos que levantam algumas questões. Para os pais de crianças pequenas, isso pode ser uma sensação instintiva de que os marcos de desenvolvimento podem estar atrasados, regredindo ou “fora do normal”. Abaixo, estamos abordando sinais de alerta relacionados ao sensorial, incluindo sinais de comportamento em crianças pequenas que podem indicar a necessidade de uma consulta com um pediatra. Vamos explorar mais a fundo…
 
Sinais de alerta sensoriais podem ajudar os pais a reconhecer problemas de processamento sensorial de seus filhos. Essas sensações instintivas podem ajudar as crianças a obter a entrada sensorial de que precisam para independência e funcionamento.
 
SINAIS DE ALERTA SENSORIAIS
Às vezes, os pais simplesmente sabem que há algo “diferente” com seu filho. Aquela sensação profunda e instintiva é o que nos faz saber que há algo diferente na maneira como a criança interage, processa informações ou se desempenha em tarefas diárias.
 
Essa capacidade de reconhecer sensações instintivas nos permite saber que há uma infecção de ouvido não suspeitada em nosso filho pequeno ou pode ser o único sinal de alerta que nos incomoda durante noites sem dormir de que algo maior está acontecendo com nosso filho.
 
Você pode ter ouvido dizer antes: as mães sempre têm aquela sensação instintiva sobre seu filho. Bem, às vezes essa voz interior pode ser um grito alto de que uma criança tem problemas sensoriais ou pode ser uma sensação persistente e discreta de que há problemas subjacentes de processamento sensorial.
 
Abaixo, você encontrará sinais “intuitivos” comuns e mais exclusivos que podem indicar um problema de processamento sensorial em crianças. Estes são os indícios mais silenciosos que podem fazer você franzir a testa ou questionar um comportamento que seu filho parece mostrar repetidamente.
 
Use estes sinais de alerta de processamento sensorial como uma maneira de juntar o quadro completo para seu filho. Qualquer comportamento ou tendência que apareça com seu filho pode ser uma coincidência sem significado, no entanto, se uma criança apresentar vários itens na lista abaixo, pode ser necessário falar com o pediatra do seu filho.
 
Use esses sinais de alerta de processamento sensorial para aliviar aquela sensação instintiva que você tem e buscar as informações ou ajuda necessárias para seu filho.
 
Identificar problemas sensoriais pode significar que há uma necessidade não atendida. Estes sinais de alerta sensoriais são apenas algumas coisas a considerar. Um ou dois itens na lista podem não significar nada. Ver muitos dos sinais de alerta listados abaixo pode significar que uma consulta com o pediatra do seu filho é necessária.
 
SINAIS DE ALERTA DE PROCESSAMENTO SENSORIAL
Obtenha uma versão imprimível gratuita desta lista abaixo.
 
Meu filho tem comportamentos específicos durante seu dia.
Meu filho tem tendências estranhas.
Meu filho parece diferente em muitos aspectos de outras crianças da mesma idade.
Meu filho tem dificuldade em “mudar de marcha”.
Meu filho tem dificuldade com transições.
Meu filho parece “deslocado” em saídas, como no supermercado, igreja ou consultórios médicos.
Meu filho tem dificuldade em situações sociais, como encontros de feriado, festas de aniversário ou tempo livre na sala de aula.
Meu filho não parece confiante.
Meu filho prefere certas texturas, sons, visões, gostos, cheiros, posições ou movimentos.
Meu filho evita certas texturas, sons, visões, gostos, cheiros, posições ou movimentos.
Meu filho não age como outras crianças.
Meu filho fica chateado com espaços confinados.
Meu filho fica chateado com certos sons, como cortadores de grama.
Meu filho é difícil de acalmar às vezes.
Meu filho acorda em “velocidade máxima” e não para o dia todo.
Meu filho não consegue controlar o volume de sua voz.
Meu filho não consegue parar de pular/girar/pular/bater.
Meu filho evita estritamente pular/girar/pular/bater.
Meu filho é atraído por movimentos ou atividades específicas e repetitivas.
Meu filho evita estritamente movimentos ou atividades específicas e repetitivas.
Meu filho parece ter um problema difícil de identificar.
Meu filho parece ter dificuldade em acompanhar outras crianças.
Meu filho não tem medo.
Meu filho tem medos extremos.
Meu filho parece retraído às vezes.
Meu filho não parece perceber detalhes.
Meu filho parece excessivamente preocupado com detalhes.
Meu filho não parece notar quando cai e se machuca.
Meu filho não percebe situações perigosas (adequadas à idade).
Meu filho evita certas texturas de alimentos.
Algum desses sentimentos lhe soa familiar? Há muitos sinais de alerta na lista acima que são sinais conflitantes de diferentes problemas. Nem toda preocupação mencionada acima será vista em toda criança com dificuldades de processamento sensorial.
 
Os pais de crianças pequenas são frequentemente os primeiros a notar quando algo parece diferente ou “fora do normal” no comportamento de seu filho. Quando nos referimos ao comportamento de crianças pequenas, lembre-se de que estamos nos referindo à maneira como a criança age ou se comporta em qualquer situação dada.
 
SINAIS DE ALERTA DE COMPORTAMENTO DE CRIANÇAS PEQUENAS
Quando os terapeutas se referem a “comportamento” no contexto do desenvolvimento ou terapia de uma criança pequena, eles estão tipicamente falando sobre as ações observáveis ​​exibidas pela criança em várias situações diárias. Isso inclui como a criança responde ao seu ambiente, interage com os outros e gerencia suas emoções e impulsos. Há muito acontecendo na infância que podemos observar!
 
Embora seja essencial lembrar que as crianças se desenvolvem em seu próprio ritmo, há sinais que podem levar os pais a buscar orientação ou avaliação de um profissional de saúde.
 
Aqui estão alguns sinais comuns de comportamento de crianças pequenas que podem estar conectados a necessidades e preferências sensoriais:
 
Interações sociais
Medo de outras pessoas
Pouca ou nenhuma comunicação com os outros
Não se engaja com os outros
Não copia expressões faciais
Não responde pelo nome
Sem percepção de estranhos
Ansiedade extrema de separação
Regressão de habilidades
Ações repetitivas como balançar, bater palmas
Padrões rígidos de brincadeira e atividades diárias
Não ciente dos outros em uma sala
Interesse limitado em outras crianças
Sem interesse em tarefas funcionais diárias como vestir-se, alimentar-se, etc.
Medo de estímulos
Busca repetitiva por estímulos
Dificuldade em lidar com certos alimentos ou texturas
Sensível a estímulos sensoriais, como luzes, sons ou texturas
Agressão
Atraso em vários marcos de desenvolvimento, como andar, falar palavras, etc.
Atrasos na linguagem ou fala
Colapsos frequentes que são desproporcionais ao desenvolvimento típico de crianças pequenas
Pouco ou nenhum uso de gestos para comunicar desejos ou necessidades
Regressão em habilidades adquiridas anteriormente, como autocuidado, linguagem ou habilidades sociais
Autoagressão
AVALIAÇÃO DO BEM-ESTAR DA CRIANÇA PEQUENA
Normalmente, em uma consulta de bem-estar para crianças pequenas, a equipe pediátrica solicitará que o pai ou responsável preencha um questionário.
 
O questionário para pais de crianças pequenas pode incluir alguns dos sinais de alerta sensoriais listados acima, no entanto, é voltado para o desenvolvimento típico de crianças na faixa etária de 1 a 3 anos. Este pode ser um momento em que os sinais de alerta sensoriais se tornam aparentes para os pais e responsáveis.
 
Um questionário para pais em uma consulta de bem-estar para crianças pequenas, particularmente ao avaliar marcos do desenvolvimento e sinais potenciais de autismo, pode incluir perguntas relacionadas a vários aspectos do comportamento, habilidades de autocuidado e comunicação da criança. Estes podem estar relacionados às necessidades de processamento sensorial, que impactam o desempenho funcional e o desenvolvimento típico nesta idade.
 
Aqui estão algumas perguntas de exemplo que podem ser incluídas:
 
Comunicação: Algumas crianças com necessidades sensoriais podem ter dificuldades com habilidades sociais e comunicação, o que pode impactar sua capacidade de compreender, participar de atividades diárias, seguir instruções de autocuidado, etc. Suporte à comunicação e desenvolvimento de habilidades sociais podem ser necessários. Estar ciente desses marcos é importante.
 
Seu filho está usando palavras para comunicar suas necessidades e desejos?
Seu filho consegue seguir instruções simples, como “me dê a bola” ou “venha aqui”?
Seu filho faz contato visual ao interagir com os outros?
Com que frequência seu filho se envolve em balbucios ou tentativas de falar?
Interação Social: Habilidades sociais e sinais de alerta sensoriais andam de mãos dadas. Para mais informações, consulte nossa lista de verificação de habilidades sociais.
 
Seu filho mostra interesse em brincar com outras crianças ou adultos?
Seu filho responde ao seu nome quando chamado?
Seu filho é capaz de imitar gestos ou ações simples, como acenar adeus?
Como seu filho reage a novas pessoas ou situações desconhecidas?
Preocupações Comportamentais: Para alguns, atividades como balançar, bater as mãos ou girar objetos podem fornecer uma entrada sensorial calmante ou organizadora. Notar esses hábitos comportamentais pode ser um indicador de necessidades sensoriais.
 
Há algum comportamento repetitivo ou movimentos incomuns que você observou em seu filho?
Seu filho tem reações intensas a estímulos sensoriais (por exemplo, luzes, sons, texturas)?
Como seu filho lida com transições ou mudanças na rotina?
Há algum medo ou fobia específica que seu filho exibe?
Habilidades de Autocuidado: Observar habilidades de autocuidado apropriadas para a idade em crianças (ou a capacidade de realizar tarefas funcionais como vestir-se, treinamento para usar o banheiro, alimentação, etc.) é importante porque na idade de crianças pequenas, deve haver interesse em “fazer as coisas sozinhas” ou se tornar mais auto-suficiente. Um sinal de alerta sensorial pode significar que há sensibilidades e preferências sensoriais que impactam a capacidade da criança de perceber ou realizar tarefas de autocuidado apropriadas para a idade de forma independente.
 
Seu filho mostra interesse em tarefas de autocuidado, como se vestir, alimentar-se ou treinar para usar o banheiro?
Como seu filho consegue usar utensílios e beber de um copo?
Seu filho consegue realizar tarefas básicas de autocuidado de forma independente, como lavar as mãos ou escovar os dentes?
Brincadeira e Imaginação: Brincar é o trabalho da criança, mas quando as necessidades sensoriais predominam, a brincadeira pode parecer habitual ou repetitiva como meio de apoiar preferências sensoriais. Isso pode oferecer uma sensação de previsibilidade e conforto para algumas crianças. Notar essas preferências de brincadeira pode transmitir suas necessidades, preferências sensoriais ou desconforto.
 
Seu filho se envolve em brincadeiras imaginativas, como fingir cozinhar, brincar de casinha ou usar brinquedos para representar cenários da vida real?
Seu filho está interessado em uma variedade de brinquedos e atividades apropriadas para sua idade?
Como seu filho explora seu ambiente e brinca com objetos?
Padrões de Sono: A higiene do sono impacta o desempenho funcional de toda a família e, às vezes, durante os anos de crianças pequenas, vemos uma mudança nesses hábitos, possivelmente relacionados a necessidades sensoriais.
 
Como é a rotina de sono do seu filho? Quantas horas seu filho dorme à noite?
Seu filho tem dificuldade para adormecer ou permanecer dormindo?
Hábitos Alimentares: Preferências sensoriais podem impactar a tolerância alimentar, resistência em experimentar novos alimentos, problemas com texturas alimentares, uma tendência a ser extremamente seletivo na alimentação ou outras aversões alimentares sensoriais.
 
Como é a dieta típica do seu filho? Há alguma aversão ou preferência forte?
Seu filho consegue se alimentar sozinho com utensílios ou ainda usa principalmente as mãos?
Preocupações com Segurança: Considerações “sensoriais” parecem impactar o seguimento de direções, a criança correndo em um espaço lotado, não ouvindo sobre tocar no fogão ou nas tomadas, parecendo buscar situações inseguras ou outros aspectos de segurança?
 
Há alguma preocupação com a segurança ou comportamentos que você acha difícil de gerenciar?
Seu filho se envolve em algum comportamento repetitivo ou potencialmente prejudicial?
É importante lembrar que essas perguntas servem como uma ferramenta de triagem e não como uma ferramenta de diagnóstico. Se os pais têm preocupações sobre o desenvolvimento ou comportamento de seu filho, eles devem discuti-las com seu profissional de saúde para uma avaliação completa e orientação apropriada. Isso pode ser parte de um indicador para explorar intervenção precoce para autismo ou outras necessidades de desenvolvimento.
 
Cada criança é diferente, mas as preocupações observadas acima serão indicações para buscar mais informações e questões que devem ser levantadas ao pediatra do seu filho.

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Sobre Nós

Surgindo da urgência de prover um conhecimento no desenvolvimento infantil, a KidsAI, com sua inovadora psicopedagoga virtual Nanny, tornou-se a aliada-chave dos pais na jornada de crescimento de seus filhos. Nos posicionamos não apenas como uma plataforma, mas como um farol iluminando o caminho para um futuro mais brilhante e promissor para cada criança, sendo compreendida e educada com estratégias.

Outras Categorias

Posts Mais Recentes

  • All Post
  • Atividades Lúdicas
  • Bêbes (0-1)
  • Blog
  • Crianças (1-3)
  • Crianças (3-4)
  • Crianças (3-5)
  • Crianças (5-8)
  • Lazer e Recreação
  • Raízes na Natureza
  • Saúde Mental
  • Universo KidsAi
Olá, mundo!

Diante de uma realidade onde cerca de um bilhão de…

Guias e Ebooks

Não permita que a falta de conhecimento crie barreiras entre você e o potencial ilimitado do seu filho. Nossos guias e eBooks oferecem respostas e soluções. Porque cada momento conta na jornada do desenvolvimento infantil

Cadastre-se

Dicas gratuítas diariamente, e 15% de Desconto se quiser o APP completo!

Cadastrar